14 junho 2007

Quintas das Anedotas 12

114

Uma tarde no golfe

Duas mulheres resolveram ir jogar golfe numa bela manhã de sábado.
Como o que faltava em talento sobrava em inexperiência, uma delas errou a tacada e acertou violentamente num jogador que estava próximo.
Assim que o homem foi atingido, juntou de imediato as mãos entre as pernas e gemeu de dor.

A desastrada senhora que o atingiu correu para junto dele, pediu-lhe desculpa e ofereceu-se para o ajudar, explicando que era fisioterapeuta.

- Por favor, deixe-me ajudá-lo! Sou fisioterapeuta e sei como aliviar a sua dor!
- Uhmmm... oh, não.... não é preciso... já vai passar... é só uma questão de minutos... - disse o homem, quase sem poder respirar, continuando em posição fetal, com as mãos entre as pernas.

Mas a senhora tanto insistiu que o homem deixou que ela o ajudasse.
Delicadamente, ela afastou as mãos do desafortunado senhor, deitou-o de lado e abriu-lhe o fecho das calças. Despiu-lhe os boxers, tirou-lhe o "Zezinho" para fora e iniciou uma bela massagem...
Após alguns minutos, ela finalmente pergunta:

- E agora, sente-se melhor?
- Melhor? Sinto-me fantástico! O pior é o meu dedo indicador que continua a doer-me imenso...

O melhor vendedor do mundo

Um gerente de uma loja explicava a um novo empregado como se vendiam mais artigos do que aqueles que os clientes precisavam, e eis que entra um cliente.

- Queres ver como é? - diz o gerente.
Bom dia, posso ajudá-lo?
- Eu queria sementes para relva.
- Sim senhor. Aqui está. E já agora, leva um cortador de relva para quando ela crescer.

Tal não foi o espanto do empregado quando o cliente aceitou e levou o cortador de relva.

- 'Tás a ver? Vem aí outro, vai lá tu agora.

E lá foi ele.

- Bom dia, posso ajudá-lo?
- Eu queria uma caixa de Tampax.
- Aqui está. E já agora, leva um cortador de relva.
- Um cortador de relva???
- Claro! Já que tem o fim-de-semana estragado, aproveita para cortar a relva!

No tempo das fadas

Sala de aulas de uma escola básica (das que não foram fechadas).
A professora (das que foram colocadas) pede a todos na turma (das que não batem nos professores) para que inventem uma história (daquelas bonitas).
E chega a vez do Carlinhos, que começa assim:

- Era uma vez uma prinsusa...

- "Uma princesa" - corrigiu a professora.

- Não!! - disse o Carlinhos - Nesta história é mesmo "prinsusa"!

E lá recomeça ele.

- Era uma vez uma prinsusa, que vivia suzinha na turre do seu castalho e estava muito traste por estar suzinha. Resolve então enviar um bilhuto a prinsusu, que também vivia suzinho noutro castalho. Depois de enviar muitos bilhutos, um dia o prinsusu agarrou no seu cavelo e cavinhou, cavinhou, cavinhou pela florusta, até chegar ao castalho da prinsusa.
Quando chegou à purta do castalho, deu-lhe um pintapu e a purta caíu.
Subiu a correr até à turre da prinsusa, rebentou com a purta do quarto da prinsusa, olhou para ela, ela olhou para ele, e ele vai e dá-lhe três fadas!

8 comentários:

Roger Serverynus disse...

Mais uma edição destas anedotas e eu Juro que chamo a Dina!

Porra...

Miosotis disse...

Apenas para desejar um bom fim de semana.
Fica bem!

av disse...

Então que preguiça é esta? Nada, desde 5a feira?
Um conselho, se me permite: esqueça as anedotas enlatadas e conte coisas da sua lavra, que têm muito mais graça!
Bjs
Ana

João Paulo Cardoso disse...

Roger Serverynus:

Rogério! Estava justamente a pensar quando é que me convidava outra vez para almoçar.

E está aqui o João Moço, que também quer ir, porque hoje ainda só almoçou duas vezes.

João Paulo Cardoso disse...

Miosotis:

Bom fim-de-semana também para ti e... Oops!! Já passou, 'né?

Então dois bons próximos fins-de-semana.

Beijos.

João Paulo Cardoso disse...

Ana Vidal:

As anedotas são só de 15 em 15 dias. Há quem goste.
Mas nesta semana hás-de encontrar textos originais, "da minha lavra".

Beijos.

N.M disse...

Gostei da 1 anedota,está fixe!!!

João Paulo Cardoso disse...

n.m:

Só da primeira?!
Vocês estão cada vez mais exigentes!!

Um abraço.