26 julho 2007

Vaidade Descarada

140

Caros amigos:

Apesar das limitações técnicas que me são impostas (com toda a legitimidade, diga-se de passagem) congratulo-me vaidosamente pelo facto de este blog estar a atravessar, paradoxalmente, a melhor fase dos seus oito meses de existência.

Quando a tasca abriu, só cá entrava um ou dois amigos de sempre, e sempre avessos a comentar.
Dois meses depois, ainda "O Eldorado" andava na ridícula cifra dos 10 visitantes diários.

Depois chegou a Miosotis, a Flora, o N.M., o Null Fame, a Madalena, a Ana e todos os outros.
A comunidade cresceu tipo bola de neve e o número de visitas cresceu com ela.
O número de cliques diários no "Eldorado" subiu para 15... 20... 30... 40... e estará agora em mais de 50 visitas diárias.

Entretanto, o post "Regresso ao Passado - Alegadamente Afogado" chegou, para já, aos 28 comentários, um recorde nesta casa.
Sim, metade dos comentários são meus e depois?
A esquizofrenia não se pega, estejam descansados...

De referir também, que o post nº 133, "Cocktails de Verão - Tequilla Sunrise", foi carinhosamente exportado para o Brasil, via Gláucia do "Gal in Blog".
Obrigado, Gláucia!

Os números são ridículos, eu sei.
Mas este é um blog completamente fora do circuito estelar composto pelos blogues do Nuno Markl, do Bruno Nogueira, do Pedro Ribeiro, ou até do Pacheco Pereira. E, por isso, acho que estes valores são mais interessantes.

Vaidade sem nexo e pueril, concordo.
Mas o maior desafio da minha vida sempre foi trabalhar a minha auto-estima. Por isso permitam-me este enamoramento pelo espelho, 'tá?

Garanto-vos que vou encontar maneira de publicar regularmente no "Eldorado".
Estou a pensar em novas rubricas, em celebrar parcerias, em afiar mais as palavras, sofisticar o humor, enfim, ideias não me faltam, porque eu quero que este blog seja tudo o que estiver destinado a ser.

Tudo farei para trazer mais gente a esta casa.
Só não recorrerei a fotografias de mulheres nuas sem relação alguma com o texto.
Não, isso não.
Seria um golpe muito baixo.

Bem, agora que parei de olhar para o meu gordo e peludo umbigo, está na hora de ir fazer o jantar.
Desculpem o calor da vaidade, sim?
De qualquer forma, para os mais acalorados, amanhã há novo Cocktail, eh, eh!

18 comentários:

FL disse...

Dassss! Só tu! Deus te pague pela SONORA gargalhada que dei agora!

Tu és GRANDE JP, mesmo GRANDE!

E se eu fosse gajo, dizia que a tipa boa. Mas como não sou, digo que és um gradessissímo badalhoco:)

Beijo MUITO grande.
E continua!

cõllybry disse...

Ummmmmmmmmmmm, que dizer?
A auto-estima,é moroso trabalha-la...

Bjca doce e emu rastoooooooo

Susana disse...

Como eu te entendo. :)
E o melhor de tudo é a união que se cria entre um grupo de pessoas que acabam por formar um círculo enorme, onde todos se comentam, todos se admiram... O problema é gerir um número enorme de comentários, onde queres (sim porque é mais que sentir obrigação de retribuir), saber o que o vizinho tem para dizer mas, o dia só costuma ter 24 horas por dia.
Até que um dia deixa de fazer sentido e chegará a hora de fechar a porta. Mas as coisas boas ficam, e as saudades são cada vez maiores...

Bom, chega de nostalgia! Eu vou ficando para ver o desenrolar, cada vez mais repleto de sucesso aqui desta casa. Permite-me...

Um beijo!

Susana disse...

Ah e acredita, se usasses essa estratégia das mulheres nuas, acredita que nunca mais cá apareceria, seria inadmissível...

;)

Anónimo disse...

Pois eu gostei muito dessa foto que nao postaste.

Se nao me quiseres mandar umas dessas dentro de um caixote com buracos, eu nao me vou importar.

nf

av disse...

Muito bem, JP, tens todas as raz�es para essa auto-estima blogu�stica em alta.
E para os mais p�dicos (e p�dicas) a senhora n�o est� nua: est� vestida de silicone.

bjs
ana

Anónimo disse...

Que se borrife o silicone!

Que certos atributos parecem apetitosamente apalpaveis, isso parecem.

nf

João Paulo Cardoso disse...

Ana, Flora e Susana:

Muito obrigado pelas vossas palavras de incentivo.
"O Eldorado" vai durar o tempo que vocês quiserem.

Hoje não me apetece particularmente responder individualmente a cada um de vós, nem sempre tenho pica para ir atrás de recordes* de comentários, mais para mais adulterados com os meus próprios comentários.

Mas o Null Fame e a Cõllybry merecem um comentário próprio.

A Cõllybry porque é a primeira vez que aqui vem e merece a saudação da casa.

* a "pica e os recordes" não é nenhuma piada ao Tour de France...

João Paulo Cardoso disse...

Côllybry:
Bem-vinda seja a esta casa de petiscos.


Já passei pelo seu cantinho e vi que é mais uma das muitas fãs de boa prosa e, sobretudo, de boa poesia em português.

A porta está aberta e costumamos receber de braços abertos.

Volte sempre.

João Paulo Cardoso disse...

Null Fame:

Involuntariamente vais merecer algumas palavras no próximo "Regresso ao Passado"... :)

Continua atento.

Ah! E já agora... as cheias não te afectaram aí em Inglaterra?

Um abraço.

Anónimo disse...

Acho que deu-lhe um AVC daqueles catatonicos antes de chegar ao meu comentario.

E que raio eh um emu rastoooooooo ?

nf

João Paulo Cardoso disse...

Estavas a comentar ao mesmo tempo do que eu, mas parece que cheguei primeiro por alguns segundos...

O teu comentário está dois acima deste...

Anónimo disse...

Os nossos comentarios cruzaram-se algures por cima do espaco aereo do Golfo de Biscaya.

Afectado? So nao consigo comentar em tempo util porque a minha net anda meio instavel. Deve ser por causa do cable modem andar ali a boiar...

nf

Mad disse...

Mais uma pérola.

GLAUCIA disse...

Desculpe não ter comentado antes... mas olha, vou te dizer, como eu me divirto lendo o Eldorado, fico com os musculos do rosto doloridos de tanto rir... Saiba que me alegra muito e me honra vc ter mencionado meu nome no teu Blog. Tem em mim uma Fã, e daquelas bem tiétes! BJUXXXXX!!!

Anónimo disse...

Tietes do Agreste?

nf

N.M disse...

Estou curioso para ver que ideias novas tens!!devem ser fixes :-)
abraço

Jesus Christ disse...

Passei aqui só para ver no que dava e fiquei contentíssimo por verificar que já não dás erros ortográficos.