16 novembro 2007

Halho Porro e os Demónios do Colesterol

O Eldorado - Edição nº 185

O último livro de Harry Potter foi editado à meia-noite e centenas de gaiatos correram até à Estufa Fria para garantir um exemplar.
O que prova que não são só as histórias de prostitutas que vendem.

Mas o que poucos sabem é que, longe dali, numa quinta de Coruche, o Ti Manel Cebola também retirava do prelo o último capítulo da saga Halho Porro, criada por si, mas muito menos famosa que as aventuras do feiticeiro caixa de óculos.

"As Aventuras do Halho Porro" vão já no vigéssimo oitavo volume e o pobre Ti Manel queixa-se que só vende cinco exemplares de cada edição. Um para si próprio, outro para a mulher, Ermelinda, dois para os gémeos ucranianos que dormem no monte e que só rudimentarmente arranham a língua de Camões, e um para o Orlando da taberna que lança o pesado volume à cabeça dos bebedolas mais... bebedolas.

Não estando em causa o valor de J. K. Rowling, o Ti Manel também é um escritor de mão cheia. No caso dele, uma mão cheia de calos, por causa do cultivo da terra, onde pontificam os alhos que o inspiraram para os 28 livros da série Halho Porro.

Halho Porro é, de resto, uma personagem sui generis.

Tudo começa com a aterragem de um disco voador numa noite de lua cheia.
Submetido a um tipo de radiação extremamente poderoso, inexistente na Terra, um alho em especial, ganha super-poderes e decide combater doenças como a tuberculose, a arteriosclerose ou os gritos da Júlia Pinheiro.

Ficaram célebres as aventuras deste alho feiticeiro contra o acne nas vacas do Germano, o confronto com o vírus da gripe, ou a luta contra a mafia dos distúrbios intestinais.

Sem a presença dos holofotes dos media, o Ti Manel Cebola já editou, a expensas pessoais, obras-tias como "Halho Porro e a Desordem do Fónix", "Halho Porro e a Pedra Filosofal nos Rins", "Halho Porro Procura Maddie McCann", "Halho Porro e a Cãibra Secreta", "O Bacalhau Quer Halho... Porro" ou "Halho Porro e o Vale do Mau Hálito".

O último livro, "Halho Porro e os Demónios do Colesterol" está à venda em picadeiros, ermidas e docas de pesca, mas poderá em breve ser comprado pela internet, assim que o filho do Ti Manel acabar de tirar o curso de computadores e perceber como isso se faz.

14 comentários:

Paulo Cristo disse...

Boa!

Mad disse...

Já estou perdoada por te ter agrilhoado?...

Continuas em grande forma, pelos vistos. Mais um texto que devia estar a ser lido na televisão pelo Ricardo Araújo Pereira. Ele não sabe o que perde.

N.M disse...

Essa serie de livros parece que está a fazer um sucesso enorme no centro do pais e parece que existe alguém em kinshasa que levar levar para lá todas as edições do Hallho Porro...eles lá são adeptos deste tipo de literatura!!!
abraço

JP disse...

Paulo Cristo:
Ainda bem que gostaste.

Já agora, este não é o canal adequado, mas fico grato por saber que alguns "probleminhas mais chatos" já começaram a ser debelados.

Um abraço.

JP disse...

Mad:
Mais do que perdoada.

Entretanto, chego a uma segunda-feira em que, "estar em grande forma" combina tanto comigo como combinam tremoços e pudim de chocolate.

Mas melhores dias virão.

Beijos.

JP disse...

N.M:
A sério? Gostam de ler o "Halho Porro" em Kinshasa??

Isso explica alguns dos problemas que eles têm por lá...

Um abraço.

FL disse...

Rapaz,
Esqueceste-te dos meus anos mas eu perdoou-te(a não ser que me tenhas enviado um mail, que ainda não vi!...)

E já agora... o Harry Potter irrita-me. Já o teu Halho Porro diverte-me! Estás em grande, sim senhor.
E quem disse que tremoços não combinam com pudim de chocolate? Hum?!

Beijos

JP disse...

Flora:
Lembrei-me e depois esqueci-me.

Nem sequer houve e-mail, mas enviei hoje desculpas e parabéns atrasados num comentário a um dos teus últimos posts.

É o que eu costumo dizer: tenho que arranjar uma secretária para o "Eldorado".
Ele é rubricas fixas, tentativas de humor sobre a actualidade, aniversários de malta amiga, comentários noutros blogs, responder a comentários neste blog...
... uff!!

À conta disto, não deu para publicar nada hoje.

Beijos.

Visão Caleidoscópica disse...

Vim ver se o o Eldorado continua brilhante....vejo que sim.
Humor dourado!!!
Com hálito a alho.
Beijos e boa semana
Até mais....

JP disse...

Maria:
Com hálito a alho?! Não!!! De todo!
Bem temperado, isso sim.

Beijos.

Mad disse...

JP, como se pôe um gif na barra lateral do blog?

Susana disse...

Já vi tudo, o Ti Manel é um excêntrico. Começou a fazer uns trocos com as aventuras do porro e toca a desperdiçar massa com o curso de computadores do filho...
Mas pronto, excentricidades à parte tenho a dizer-te que estou por dentro desta saga e mais, desaconselho vivamente qualquer uma destas obras, tudo embargado e não tem nada a ver com mariquices da câmara, tudo para bem da saúde pública.
Aguardo novidades pela net, quando o filho do Ti Manel perceber que uma ratueira junto ao pc dá sempre asneira.

Beijos e abraços

Visão Caleidoscópica disse...

Olá J.P.!
Mas então o que é que se passa?
Senti-te ausente, mas ainda pensei ser só lá de casa.
Mas constato agora que não...também andas ausente da tua própria casa.
Foste de férias?
Para a neve ou para a praia?
Eh pá, podias ter avisado.
Agora a sério, está tudo bem contigo ou com os teus?
Deixas-me preocupada.....
É só mesmo falta de tempo, não é verdade?
Beijos e diz qualquer coisa.
Até mais....

FL disse...

Olha... não me digas que já estás como eu! A empurrar o blog com a barriga...

Vá, força e actualiza lá isto, sff!

Beijos