29 maio 2007

Uma Noite no Deserto

106

Poceirão. 23h 35m.
Depois de cinco horas à deriva chego finalmente a este pequeno oásis.
Tenho a garganta seca, as lentes de contacto derreteram-me nos olhos, a minha pele está gratinada...

Do meu lado direito avisto escolas, hotéis, hospitais e... ah, não. Era apenas um conjunto de miragens encadeadas pelo encadeamento dos meus olhos. Encadeamento? De onde vem esta luz se é quase meia-noite?
Do "Sherazade".
O neon lusco-fusco pisca-pisca no lado esquerdo do aceiro pisado pelos camelos.
Arrumo o meu Areias em segunda fila e entro. Quero molhar o bico. Que digo? Quero afogar-me numa tina de cerveja, isso sim.

Entro.
O que parece ser um sultão, cabelo grisalho, ar de betinho, está rodeado de moçoilas jeitosas, todas de seda e organdim, cabelos longos e rostos semi-cobertos. Libidinosos umbigos convidam à perdição.
Eunuco não serei, mas hoje só quero matar a sede.

Cambaleio para o bar.
- Dê-me o mais gelado que tiver aí.

O barman, que ia jurar que era o António Costa, serve-me um pires com cubinhos de gelo.
Engraçado, o tipo.

- Aquele ali, com aquelas gajas todas... É o Santana Lopes, não é? - pergunto ao barman de tez de caril.
- Não, aquele é o Sr. Sócrates. Agora deu-lhe para aquilo.

O sujeito apercebe-se que sou estranho naquelas paragens e convida-me para os seus puffs.
Diz-me que cheguei na hora certa. Que me prepare para assistir a algo diferente.
Tu queres ver que ele vai anunciar um aeroporto?

As luzes diminuem de intensidade.
Vermelhas e violetas cruzam-se entre bafos de fumo.
Entra em cena um... uma... juro que não sei.
Uma figura que se bamboleia desengonçadamente, numa frustrante tentativa de ser sensual.
Já não bastava o Toy...

- Quem é?

O Sócrates piscou-me o olho e vangloriou-se como se fosse o último tigre de uma rara raça em extinção...

- Aquela bela jovem captou-lhe a atenção, não foi?

(lá isso foi...)

- É a nossa Marilyn! Mário Lino, durante o dia! À noite, é este belo travesti! Sabemos que não é muito sensual, mas fartamo-nos de rir com ele!

- Ah...

- Troco-o por cinco camelos!

- Não... deixe estar. Vou só ficar a ver, desejando que tropeçe e parta as duas perninhas...


(clicar na imagem para aumentar)



9 comentários:

FL disse...

JP:
Posso comentar? Deixas? Prometo que me porto bem!!
Gosto de te ler, meu rapaz. Já diz a nossa amiga Ana (única mente iluminada e sã deste blog) que tu és o máximo!!! (se ela não disse, devia ter dito!)
Só um esclarecimento, que eu não quero que tu percas o sono com isto: Flora, o sabor que o pão adora? Margarina? Eu mesma e com muito orgulho!!!

Beijos

FL disse...

Olha... Tu ainda não foste ao meu cantinho hoje, pois não, vizinho?
Vai lá... sou eu que peço:)

Beijos

João Paulo Cardoso disse...

Flora:

Pronto, já estou esclarecido com a piada da margarina.
A minha manteiga de pequeno-almoço,já agora é a "Matinal" e... epa! Isto não interessa nada!

Ainda bem que gostaste da "Noite no Deserto".

Sonho com o dia em que se limitem a comentar o que escrevo, mas vossemecês insistem em tagarelar uns com os outros.
Mas não faz mal. O espaço já não é só meu. É um pouco vosso também.

Quanto a comentários noutros blogs... CALMA!!

Parecendo que não, eu trabalho!

Beijos.

Miosotis disse...

JP não te iludas....foste expropriado!!!
Viva a reforma bloguista!
Abaixo os ditos "donos" da coisa....
O ELDORADO para o povo, já!!!
Eh...eh...eh.
Não te amofines amigo!!!
Tudo isto é salutar...e cordial!
Penso eu de que....
Viva o ELDORADO do JP!!!
Vivam as mil e uma noites...e as "Sheerazades" também!
Fica bem!

João Paulo Cardoso disse...

miosotis:
Foi uma noite regeneradora pelos vistos...

Beijos.

N.M disse...

Adorei o cartoon!!!Esta muito fixe....
abraço

Miosotis disse...

Pronto...ok...já percebi...
A garrafa esvaziou por completo!
E já não há mais pachorra para aturar garrafas vazias....
Fica bem.

Anónimo disse...

JP, cada vez melhor. Bravo.
Essa da Marilyn/Mário Lino é de fazer inveja aos Gatos! Se eles o lêm, meu caro, ainda fazem um genérico novo...
E quanto a ti, Flora, não te rales: antes Flora (mesmo que seja em forma de margarina)do que a Fauna que para aí abunda (e não "a bunda", note-se). A língua portuguesa é triçoeira...

Ana

FL disse...

Olá Ana,
Este nosso amigo tem um piadão! Mas é capaz de não responder, pois está em período sabático e eu fui oficialmente nomeada sua mensageira (uau, até cresci 5 cm para escrever isto!). Eu também estou off-blog, mas isso agora não interessa nada...
Alguma questão: http://dizqueeumaespeciedeblog-fl.blogspot.com/2007/05/mensageira-do-eldorado.html

Beijocas

Nota: Eu adoroooooo o meu nome!