23 maio 2007

Tomada de posse

103

A minha tardia adesão ao movimento associativo pinhalnovense, fez-se através da ARCADA, uma associação que pretende abranger as áreas do ambiente, defesa dos animais e património do Pinhal Novo.

Somos ainda poucos e com pouco trabalho realizado, mas só temos um ano de existência, gasto, na quase totalidade, com imperativos burocráticos, como a legalização da associação em cartório notarial, o que permitiu a publicação no "Diário da República".
Ontem foi a tomada de posse da Direcção, Assembleia Geral e Conselho Fiscal.

Aqui o Joãozinho ficou designado como "Secretário da Direcção".
Mas isto foi só o princípio. Tenho recorrentes sonhos de assalto ao poder, e pesadelos onde apareço travestido de Fátima Felgueiras vestida apenas com um saco azul. A imagem remete para o vómito, eu sei. Esqueçam esta parte.

Até agora, a maior parte dos objectivos da associação ficaram no papel.
Literalmente, em meia dúzia de artigos que ajudei a redigir, relacionados com as nossas áreas de intervenção, publicadas nos jornais locais.
E figuradamente, na triste figura que fazemos a olhar uns para os outros, quando não percebemos porque não temos resposta da Câmara de Palmela, para a cedência de um espaço onde pretendíamos realizar um Concurso de Cães de Companhia. Cães!!
Ou o ruidoso silêncio à nossa pretensão de ocupar um pavilhão nas Festas Populares de Pinhal Novo. Enfim...

Mas a ARCADA existe e vai crescer, nem que seja cm a cm. Quando for mais grandinha, venho aqui seduzi-los para se associarem à causa.

Em relação ao meu cão de companhia, lá vai andando, combalido pela dose diária de antibióticos injectados no lombo.

Qual é o Santo Padroeiro dos Caniches?

2 comentários:

Miosotis disse...

Em defesa dos interesses locais...muito bem!
Aspirações ao poder...hummm...vai sonhando!
Quanto ao teu Mickey, que se restabeleça de todo e que fique com saúde para dar e vender...e chatear o dono!
Agora, uma coisa é certa....não te fazia de todo, dono de um caniche.
Pois.... :)))
O meu primeiro bicharoco foi uma caniche toy, tinha eu 17 anos....aguentou-se estoicamente durante 14 anos.
Depois deixei os cães "a pilhas"...
Mas tu....pronto...enfim...são gostos!!!
Mas juro que não te imaginava com um caniche a ladear-te pelas ruas do Pinhal Novo.
Sem desprestígio algum para o pobre Mickey, que deve ser um doce.
Bom, fica bem e as melhoras do "doentinho".
Beijos embrulhados em miosotis


PS. Eu tenho uma Minnie...
Enfim, Mickey...Minnie...
Mas olha que ela dá-lhe a
volta de certeza!
Fica logo curado!

João Paulo Cardoso disse...

Miosotis:

Para garantir a minha condição de macho intacta, digo-lhe desde já que o Mickey é dos meus pais.
Não sou, em toda a plenitude do seu significado, o seu dono (dele).

Mas quero crer que eu sou o segundo que ele gosta mais lá em casa.
É que o amor que ele tem pelo meu pai é incomensurável!!

Quanto à sua Minie, o Mickey quer saber se há fotografias em poses badalhocas.

Beijos.