26 outubro 2007

A Grande Ciumeira da União Europeia

O Eldorado - Edição nº175

- E agora, uma outra equipa de reportagem do "Eldorado" está no Parque das Nações onde vai decorrer a Grande Ciumeira da União Europeia, a resposta dos peixes e outras espécies do Oceanário à realização da Cimeira União Europeia-Rússia que decorre hoje em Mafra.

Vamos já em directo para o local, onde está o nosso repórter Orlando Rabo de Peixe.

Boa tarde, Orlando. Quais são as palavras de ordem aí, nessa inesperada Ciumeira?

- Boa tarde, Maria Cláudia Raia, aqui as palavras de ordem são as seguintes: "Chernes e Tubarões são no Parque das Nações".
A manifestação está a ser muito concorrida. Cavalos marinhos, tubarões, raias, moreias, salmonetes, robalos, corvinas e muitos mais saiem do Oceanário com cartazes empunhados bem alto pelas barbatanas...
Se me permitem a expressão é "uma autêntiga vaga de protestos que está a submergir esta zona da capital". Vou tentar ouvir algumas destas espécies...

Desculpe... boa tarde. Estamos em directo para o "Teleblog do Eldorado"... Quais as razões que levam a este protesto?

- As razões?! Esses políticos europeus são uns mal-agradecidos, é essa a razão! Estiveram aqui na semana passada, alguns até criaram afinidades com uns tantos de nós, e agora estes cabrões preferem reunir em Mafra?? Que merda é esta, ann?

- Pedia-lhe antes do mais que moderasse a linguagem e que concretizasse melhor os argumentos que vos assistem...

- Olhe, eu não percebo nada do que está a dizer porque eu só tenho a quarta classe ainda do tempo do Aquário Vasco da Gama, mas queria dizer o seguinte, sem ser mal-educado: Eu sou um carapau que trabalha aqui vai para dez anos, ann? E nunca vi nada assim!! Ainda na semana passada andava aqui o Golden Brown, o Sacarozy e o Socas enrolados com enguias e linguados e agora vão-se embora? Isto é um escândalo pior do que a Casa Pia, é o que lhe digo!!

- Está portanto a dizer que houve contactos mais íntimos entre espécies do Oceanário e os chefes de Estado?

- Contactos íntimos as escamas do meu cu! Houve foi uma grande caldeirada, isso sim!! Até a chanceler alemã andou na fufice com as lontras que eu bem vi com estes olhos de peixe que o mar há-de comer!! E agora já preferem Mafra?? O que é que há em Mafra, ann? Não há nada!!!

- O Palácio Nacional de Mafra, a Tapada, a aldeia típica de José Franco no Sobreiro, com os seus bonecos articulados, as Praias... a da Calada, a dos Coxos...

- Olhe! E diz vossemecê muito bem! Essa gente tapada... essa espécie de bonecos articulados... essa cambada de coxos... devia era estar calada! Vão mas é para o ca*****!

- E temos aqui outra manifestante, uma medusa. Boa tarde, menina. É para o "Tele...

-Olha-me este!! Olha, filho se vens passar as mãos pelos meus tentáculos, como fez o cherne Barroso e depois foges para a Tapada, está mas é quietinho, que aqui a medusa não volta a ser fisgada tão depressa! Ordinários!! Badalhocos!! Javardolas!!

- Esteve com o Presidente da Comissão Europeia?

- Estive sim senhor, eu e dois salmonetes. O cherne divertiu-se à grande, fez promessas que não cumpriu, secou-se, vestiu-se e agora vende-se aos saloios? Como é que é? Veja ali o tubarão-cornudo e o peixe palhaço! Já não lhes basta o nome que agora passam a sê-lo??

- Bem... por último talvez entreviste esta lontra... boa tarde. Também está descontente com esta cimeira da União Europeia e Rússia em Mafra?

- Atão não?! Na semana passada falou-se aqui do Tratado de Lisboa, e agora não volta a ser aqui porquê?

- Não faço ideia...

- Pois não faz, não é? Ainda a semana passada o Zapatero andava aqui no gozo com as lontras, a dizer que "a vida de lontra é que é" e "grandes vidas que têm as lontras" ou ainda "a minha mulher também parece uma lontra mas não tem bigodes tão fofinhos" e isto para quê? Fingimento pá! Nada porreiro, pá!

- Mas parece que o presidente da Rússia, Vladimir Putin quer vir aqui ao Parque passear um pouco antes de voltar para casa...

- Ah vem passear, o menino? Quem ele pensa que é? A estrela do mar?? Não, porque essa vai ali com o caranguejo e está mais lixada que o mexilhão! Mas ele que venha cá com saladas russas que vai levar para contar!! Filhos de uma granda Putin...

- E pronto, Maria Cláudia Raia. Daqui da Alameda dos Oceanos é tudo para já, quanto a esta Grande Ciumeira da União Europeia. Os peixes e outras espécies do Oceanário vão continuar com esta manifestação de ciúmes por causa da realização da cimeira União Europeia-Rússia em Mafra.

- Obrigado Orlando Rabo de Peixe. É o final deste "Teleblog do Eldorado". Boa tarde.

- Cláudia?

- Diz, Orlando?

- Já não estamos em directo?

- Não, já acabou.

- Queres vir jantar comigo, daqui a pouco? Esta conversa de loucos deu-me fome... estava a pensar que podíamos ir fazer uma mariscada...

- Olha, está bem. Parece-me uma boa ideia.

- Porreiro, pá!

Vídeo de suporte: "Underwater Love" - Smoke City



13 comentários:

Mad disse...

Só tu, meu ordinário, para dizer tanto palavrão e teres um piadão ao mesmo tempo!!!
Bjs. Qualquer dia tás na SIC!

ana vidal disse...

"O que é que há em Mafra, ann? Não há nada!!!
- O Palácio Nacional de Mafra, a Tapada, a aldeia típica de José Franco no Sobreiro, com os seus bonecos articulados, as Praias... a da Calada, a dos Coxos...
- Olhe! E diz vossemecê muito bem! Essa gente tapada... essa espécie de bonecos articulados... essa cambada de coxos... devia era estar calada! Vão mas é para o ca*****!"

JP: Tás a superar-te, pá, ann?

Chorei a rir. Só falta mesmo a Hermínia, para cantar esta caldeirada louca de mão na anca. Manda este texto para as Produções Fictícias. Se não te contratarem, são umas bestas.

beijos
ana

JP disse...

Madalena:
Ordinário, eu?! Nann... eu não me meto em caldeiradas.

Os palavrões são dos peixes, não me podem ser creditados.

Tudo começou com o sermão de Sto. António aos peixes e eles agora... é isto.

Beijos.

JP disse...

Ana:
Dificilmente gosto do que produzo, mas, modéstia à parte, gostei um pouquinho nada deste texto.

Tem efectivamente algumas nuances revisteiras, espécie de homenagem a uma "Lisboa Antiga" que resiste às directivas da União Europeia.

E sim, por acaso enviei um e-mailzito para as PF, não sobre este texto em particular, mas sobre o meu trabalho em todo o blog.

Até agora, nenhum peixe graúdo me contactou.
Vou continuar a tentar.

Mas estou infinitamnete triste.
Esperava mais comentários a esta caldeirada de letras.

Em três dias, quatro comentários, dois deles meus?

Será que neste país só o sexo e o futebol é que captam a atenção?

Bolas...

Anónimo disse...

Carissimo como sabe eu nao sou de meias medidas que eh como quem diz, nao tenho papas na lingua.

O carissimo tende a cometer com alguma recorrencia 2 erros que o podem fecundar: nao gostar do que produz e viver de atencoes.

O carissimo tera que convir que muito boa gente hoje em dia produz muito mais e muito melhor. Certamente nem todos recebem os devidos louros, mas estou convicto de que gostam do que fazem. Outra verdade nao faria muito sentido.

O carissimo arranje la auto-estima onde quiser e alimente-se dos seus proprios louros. Nao dependa de terceiros. Acorde e cheire o cafe! Estamos num mundo egoista e ninguem aprecia algo por favor.

E se nao gosta do que produz, entao mude de ramo e produza outra coisa qualquer que goste.

PS - This is not a comment to your work. Just a wake up call. A friendly slap in the face if you like.

Anónimo disse...

PSS - Esqueci-me de assinar :)

nf

JP disse...

Ora muito bem, finalmente uma boa picardia!
Ainda que tenhas razão em grande parte do que escreves, há que ter em consideração o seguinte:

1- EU ADORO o acto de escrever, criar, ter um blog e tudo o mais.
Bem ou mal, esta foi sempre a minha área de estudo, de trabalho, de pequenas glórias e grandes frustrações.

2- Acontece que, sendo o meu maior crítico, obrigo-me a produzir mais e melhor e assim, quem sabe, mais perto fico de realizar as utopias que ainda vivem na minha cabeça.

3- Não deixo de procurar outros caminhos - com menos afinco do que seria de esperar, é certo - mas jamais deixarei de acreditar que é possível trabalhar na minha área de formação.

4- Só os fracos desistem e, apesar da minha baixa auto-estima, cada vez menos me considero uma pessoa fraca.

5- Quanto ao conselho para que me alimente dos próprios louros, sem depender de terceiros, soa-me a conversa de rapper, tipo 50 Cent ou Eminem.

6- Em tudo o resto, piadas brilhantes ou mal conseguidas, poética melancolia ou simples listagem de lamúrias, reais ou ficcionadas, fazem parte da minha maneira de ser, como também saberás. E cada um tem a sua personalidade, sendo que esta condição é uma das que mais sal dão à vida.
E não conto, de todo, ser fecundado pelos meus erros.

7- Mais para mais, este é o meu blog e eu escrevo o que me apetecer, comento como quiser e ora desempenho "Calimeros" ou "D'Artagnans" a meu bel-prazer.

8- Ah, é verdade.Acho incrível que seja sintomático que parte da minha baixa auto-estima apareça potenciada sempre pelas mesmas duas ou três pessoas, curiosamente "parte da família".

9- Logo a seguir a este comentário...

("Tás a superar-te, pá, ann?
Chorei a rir. Só falta mesmo a Hermínia, para cantar esta caldeirada louca de mão na anca. Manda este texto para as Produções Fictícias. Se não te contratarem, são umas bestas.")

...sincero ou condescente não interessa... surges tu com este...

("O carissimo tera que convir que muito boa gente hoje em dia produz muito mais e muito melhor.")

... e eu sei que é verdade, logo eu "que não gosto do que produzo" não poderia achar de outra forma, mas era só para exemplificar que a baixa auto-estima às vezes também é regada por ardilosos jardineiros, cujo intento é, apenas, serem os únicos a brilhar nos jantares de Natal.

10 - Friendly, a kick in your ass.

JP disse...

Errata:
No ponto 9, onde escrevi "sincero ou condescente" deveria ter escrito "sincero ou CONDESCENDENTE".

Obrigado.
É tudo por agora.

Anónimo disse...

Uma boa picardia, de facto.

Nao vou responder ponto a ponto. mas sim de forma generalizada que estou certo que compreenderas.

A tua resposta nao me deixou perceber muito bem a tua reaccao. Devias conhecer-me o suficiente para perceber como os meus incentivos, muitas vezes de lingua afiada, reconheco, servem apenas para servir de faisca naquilo que sei ser um motor pujante mas complexo.

Estou longe de aspirar ser o teu comentador mais polido, mas eh facto de que ando sempre por perto. Isso tem que significar qualquer coisa. O perto tera concerteza significados diferentes entre nos, como nocao relativa que eh, mas que estou aqui isso estou.

Ainda como teu comentador, lamentavelmente tenho a informar-te que nao comento aquilo que queres ouvir mas aquilo que me apetece dizer. Isto deve ter a ver com o que abordas no teu ponto 8, caso contrario nao percebi o que quiseste dizer. Podes sempre contar com a minha verdade e frontalidade. Se estas nao te interessarem, eventualmente por nao te empolarem o ego como fazem outros comentadores, podes sempres ignorar-me ou apagar os meus comentarios.

nf
(O rapper, jardineiro ardiloso em part time que nao se podia borrifar mais para os jantares de Natal)

ana vidal disse...

JP,

É FUNDAMENTAL - para a tua auto-estima e para a minha reputação - que saibas que não é o meu género ser condescendente. Condescente, então, nunca na vida.
Dito isto, repito que tens graça. Nem sempre, claro (há alguém que tenha sempre graça?) mas muitas vezes. E quando tens, tens mesmo! (uma afirmação profundamente filosófica...). E mantenho que nas PF são uma bestas se não te contratarem, e que o pior é para eles. Tenho dito, sem condescências.

Ah, é verdade: Não digas nada ao nf, mas o rap está a passar de moda...

bjs

JP disse...

NF:
As picardias quando amornam aborrecem-me.

Só para terminar, tenho que deixar aqui expresso que este blog não é definhador da pluralidade de opiniões e, como tal, aqui não se apagam comentários.

Todas as críticas, sobretudo as que se assumem frontais e com fundo de verdade inquestionável, são bem-vindas.

Mas torna-se repetitivo e redutora a colagem a uma figura mal desenhada que se arrastou por aí em três anos de má memória.
Já não sou essa pessoa.

Resumindo: Sinto-me por vezes injustiçado, mas não sou nenhum coitadinho.
E foi nesse sentido que ripostei.

Aparece sempre para comentar o que te apetecer.

Um abraço.

JP disse...

Ana:
Mais uma vez muito obrigado pelas tuas palavras.

É um facto que preciso de ter boa aceitação, dezenas de comentários positivos e sucessivas aclamações de pé e em histeria, se possível.
Como se fosse o Tony Carreira.
Essa é que é essa.

Quando não tenho isso, amuo, choro e afogo-me em lamúrias e baixa auto-estima... e se for preciso vou fazer queixinhas à minha mamã, e...

Estou a brincar ;)

Beijos.

JP disse...

Ena!!
Com tudo isto consegui já 13 comentários, quase nenhum sobre o post que escrevi!!

Ass: motor pujante mas complexo.