19 janeiro 2009

Pouco a pouco lá vamos andando

A minha mãe foi operada ao princípio da tarde de sexta-feira.
De acordo com informações que ela própria recolheu junto do médico que a operou, a intervenção terá corrido bem. Foi removido o que tinha de ser removido.

Segue-se o longo e penoso processo de recuperação, sendo que as dores são ainda muitas.
Ando numa roda viva entre Setúbal, onde trabalho, e Lisboa, onde a visito.
O Pinhal Novo é uma espécie de posto de reabastecimento neste Dakar Entre Tejo e Sado onde, mais do que nunca, o que importa é chegar ao fim.

Para que possa começar a limpar a cabeça, quero vê-la depressa em casa e ter o pensamento positivo para que os próximos exames ponham um ponto final feliz a este angustiante capítulo das nossas vidas.

A todos os que aqui vieram e me acarinharam um grande e sentido obrigado.

"O Eldorado" prossegue dentro de momentos.
Já aqui em cima, numa postagem musical.

6 comentários:

Maria do Desassossego disse...

Fofo, uma beijoca enorme! Muita força.
(estou à espera que o teu primo me dê o teu nº que entretanto perdi, não sei como)

João Paulo Cardoso disse...

Maria do Telemóvel:

E eu, sem querer, também perdi o teu.
Nada que uma troca de mails não resolva.

Beijos.

Mad disse...

Ainda bem que correu bem. Agora é ter paciência e dar-lhe mimo.

Ufa! Beijos grandes.

N.M disse...

Vais ver que agora a recuperação também corre bem.Pode demorar mas vai tudo correr bem!!
abraço

João Paulo Cardoso disse...

Mad:

É isso, é preciso ter paciência e muita sorte.
Há exames que têm de ser feitos.

Beijos.

João Paulo Cardoso disse...

N.M

Obrigado pelas palavras de apoio.

Também estive atento à situação do teu pai.

Temos que ser uns para os outros.
Virtualmente mas a sério.

Um abraço.