20 abril 2007

Quinta das Anedotas 10

Post nº 85

Mais uma série seleccionada de anedotas. Quatro estorinhas, cinco minutos anti-stress.
Aproveite que é de graça.

Formados na Universidade Independente

Quatro engenheiros, formados pela Universidade Independente, onde tiveram de fazer 55 cadeiras cada um, viajavam num pequeno Smart. Subitamente, o automóvel engasga-se, geme e desfalece, no meio de nenhures.
Decididos, os engenheiros formados pela Universidade Independente, tentam resolver o problema.

É claro que nestes casos, a primeira coisa a fazer é criar uma Comissão. Depois começa o debate de ideias. E só depois, se se chegar a alguma conclusão, é que os engenheiros saiem do carro e arregaçam as mangas.
Então, do debate de ideias, resultou o seguinte:
Disse o Engº mecânico:
- A caixa de velocidades deve ter-se partido.
Disse o Engº químico:
- O problema deve estar na composição do combustível.
Disse o Engº electrotécnico:
- Nannnn... a bateria deve estar descarregada.
Disse o Engº Sócrates que vinha do exame de informática:
- E nós saíssemos e voltássemos a entrar?

A Bela e o Círculo

Uma loura do programa "A Bela e o Mestre" ia na auto-estrada a pisar ovos moles, com um camião atrás dela, sempre a apitar para poder passar, mas a Bela, nada.
Então, com uma manobra arriscada, o camião pôs-se à frente e obrigou a Bela a parar.
O homem saíu do camião completamente fora de si, mandou a loura e Bela sair do carro, desenhou a giz um círculo no chão, ordenou-lhe que não saísse para fora do círculo, dirigiu-se ao carro da Bela e loura, abre a porta e arranca-lhe o rádio e começa a destruir-lhe os estofos de couro...
Quando sai, a loura está no meio do círculo, a olhar para ele e com a mão na boca, a esconder risinhos idiotas...
- Ainda está a gozar?
E lá vai ele, ainda mais enervado, direito ao camião, tira lá de dentro um bastão de basebol (sabe-se lá como, ele tinha um bastão de bastão de basebol...) e desfaz os vidros do carro da loura... e Bela. Mas quando acaba, ela está a rir a bandeiras despregadas.
- Ó sua parva! Qual é a graça, minha vaca? Já vais ver!
Volta ao camião, tira uma lata de gasolina, despeja-a no carro e pega-lhe fogo.
Mas a loura não estava nem aí e já gargalhava alto e em bom som.
O homem ficou a olhar para ela, perplexo...
- Desisto!! Porque é que está rir tanto, se eu acabei de destruir o seu carro?
E a Bela... e loura:
- É que enquanto estava de costas, saí do círculo quatro vezes!!

Maturidade

Quando eu tinha 14 anos, desejava ter uma namorada.

Quando eu tinha 16, tive uma namorada, mas não havia paixão.

Então decidi que precisava de uma mulher apaixonada, com vontade de viver.
Na universidade saí com uma mulher apaixonada, mas era muito emocional. Era a rainha dos dramas, chorava por tudo e por nada e ameaçava suicidar-se.
Decidi que precisava de uma mulher estável.

Quando eu tinha 25 anos encontrei uma mulher estável, mas aborrecida. Era totalmente previsível e nunca se excitava com nada.
Decidi que precisava de uma mulher excitante.

Aos 28 anos encontrei uma mulher excitante, mas não conseguia acompanhar o seu ritmo.
Fazia coisas impetuosas, 'flirtava' com todos os que apanhava pela frente e fez-me sentir miserável e infeliz.
Decidi que precisava de uma mulher com objectivos na vida.

Quando tinha 31 anos, encontrei uma mulher inteligente, ambiciosa e com os pés no chão.
Então decidi casar. Mas ela era tão ambiciosa que ficou-me com tudo depois do divórcio.

Agora aos 40 anos, prefiro as mulheres com mamas grandes.

Propaganda

A fim de levar mais fiéis para a sua paróquia, um padre colocou um cartaz na porta da sua igreja:
"Se você está cansado de pecar, entre nesta igreja"
Alguém acrescentou por baixo:
"Mas se ainda não estiver... ligue-me! Marta, 91 888 77 69"

E é tudo.
Bom fim de semana.

5 comentários:

FL disse...

Maturidade! Nada como a maturidade masculina. Fazer o quê? Impossivel viver sem eles...

João Paulo Cardoso disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
FL disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Porque diabo sao removidos alguns comentarios? Para onde foi, afinal, a liberdade de expressao???

NullFame

João Paulo Cardoso disse...

nullfame:

Antes do mais, é com prazer que constato que é um anónimo que se identifica!!

Quanto a comentários removidos, fazem parte da política democrática deste blog: Todos podem comentar, opinar, criticar, mas quem manda aqui sou eu!!

Um abraço!