18 abril 2007

Amar

Post nº 84

Durante muitos anos fui um autêntico eremita. Sem barba, mas com manias e fétiches sortidos, que deixaram-me à beira de ser etiquetado como neurótico ou esquizofrénico.
Bastavam-me jornais, livros, revistas e televisão no quarto para que o tempo voasse, em prejuízo dos poucos mas bons amigos que telefonavam-me para sair. Os mais insistentes iam tocar à campainha lá de casa.

Além da leitura, dava vazão ao maior dos meus hobbies: criar, recortar, colar e editar revistas eróticas. Saudades de uma "Fancy", de uma "Acquatropic" ou de uma "Moulin Rouge"!!
Muitas delas hoje guardadas em gavetas, convivendo de perto com o pó de uma adolescência esticada ao máximo e que tardou em assentar no turbilhão do culto a Peter Pan...

Namoradas? Tive umas quatro ou cinco mas nada demasiado sério, pelo menos nada que fizesse soar a campainha e iluminasse em neon as palavras "Alma Gémea".
E o tempo voou.

Hoje, à beira de fazer 36 anos (o tempo voou mesmo, chuif...) continuo a gostar de um bom programa caseiro. Mas descobri, finalmente, a delícia de estar com amigos, falar com eles, partilhar alegrias e tristezas ou, simplesmente, contemplar um pôr do sol sem olhar para o relógio.
A propósito, tenho que arranjar um...

Amanhã, vou estar com dois ex-colegas do Curso de Contabilidade. Considero-os já amigos, embora ainda não cimentados no meu dna afectivo. O mesmo em relação aos "meus novos amigos" do mundo da blogosfera. Nesses, tenho descoberto genuinidade, apesar do risco que implica afirmar isso em relação a um mundo... virtual.


Depois ainda há um outro amigo que reencontrei na rádio, a grande amiga L. (que comprou um carro!), o J. com quem jogo ténis e que não pára de me ganhar, a S. e o I., e tantos outros, mas, acima de todos, está o grande N., uma amizade com - abram a boca de espanto - quase 30 anos. Podem fechar a boca.

Esse granda maluco fez anos no Sábado e eu ainda ando com a prenda dele no porta-luvas do meu carro... Felizmente não é uma embalagem de iogurtes, porque com o calor que tem estado...

Está agora combinada uma saída e lá vão ser desfiadas memórias do passado entre saudades do futuro.

E, como bónus disto tudo, descobri há quase dois anos, o amor. Mas o amor a sério e não obsessões que soltaram fantasmas na minha cabeça, ainda no outro século.
E é bom amar e ser amado. Principalmente na Primavera, em que rejuvenesço durante três meses que passam em três dias.

Talvez ame a Primavera por ter nascido em Maio.
E agora começava para aqui a dissertar sobre o Rei dos Meses... "MAIO"... soa bem, mas ainda não é tempo dele, lá chegaremos.

Tivesse eu emprego, ou outro part-time para somar a este do mundo das rádios, e estaria perto de poder escrever: "sinto-me feliz."

Assim, ando lá perto. Há saúde, amigos e o amor de quem amo, mas, por incrível que pareça não chega.

O ser humano é um bicho estranho.

8 comentários:

FL disse...

Vivam os amigos! A minha filhota também nasceu em Maio, mas é Touro (Obrigada Divino!!). É um mês muito bom!

João Paulo Cardoso disse...

Flora:

Eu também sou Touro, apesar dos horóscopos brasileiros insistirem no contrário!!

E em relação ao post de ontem, tenho que dizer que a Primavera também é...
volátil.

FL disse...

João Paulo,
Volátil. Começo a achar que tudo tem um pouco dessa característica!
Nada é certo ou garantido. Tudo muda e se desloca. O bom mesmo é disfrutar, saborear... aprender a distinguir.
Eu hoje estou muito profunda (e provavelmente a fazer muito pouco sentido!)
Beijo

PS: Gostei deste post. E sim, somos bichos muito estranhos. Dificilimos de contentar!!!!

Miosotis disse...

Olá...cá estou eu!
Eh...eh...mas não sou o "Brise Contínuo"!
Não percebeu?
Não faz mal, deite para trás das costas....
Bom, então vamos lá...eu nem sei bem por onde começar!
Por uma ponta sem nós, talvez....
Este post transmite realmente aquilo que penso sobre amizades e valores. Sejam reais ou virtuais, mesmo com os riscos que ambas acarretem...sim porque mesmo as reais têm muitos riscos. E de facto estas suas palavras vêm reafirmar a ideia no comentário que fez ao meu comentário.
Cultivemos pois este blá..blá gentil e sadio e vamos regando as florinhas do nosso recém plantado jardim da amizade.
Quem sabe saem daqui uns bonitos ramalhetes para um belo par de jarras!
Colibri....Gostei!!!
Talentosa?
Nããããããããã~........
Inteligente?
Ui, ui....
Mas nunca fui para o canto da sala com orelhinhas de burro!
Pronto...deixo um beijinho (respeitoso) e aguardo novidades por aqui ou a sua visita por lá.
Inté!

P.S. E hoje não fiz um comentário desenhado..toma, toma!!!

João Paulo Cardoso disse...

miosotis:

1- Adorei o "toma, toma!!!".
Fez-me regressar à minha doce infância.

2- Claro que percebi a piada do Brise. Já ando cá há uns aninhos.

3- Respondi num comentário acima que a Primavera é volátil. Espero do amor e das amizades que não se volatizem.

4- Já visitei o seu blog hoje, mas não consegui chegar à parte dos comentários.
Não sei se será dos lepidópteros que colocou à volta do cursor, se dos vírus que mordiscam este computador.
(rimou... paciência.)

5- Quando puder passarei, lerei e comentarei.

Beijos.

Miosotis disse...

Lepidópteros...vulgo borboletas!
Enfim...será talvez dos amorfos que, ao se encandescerem por vossa prezada presença, volatizam os comentários...
Ai!
Acho que perdi a graça mas...pronto, fica!
Regresse quando puder e assim o entender.
Eu por cá desejo-lhe bom fim de semana.

♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥ ♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:
........ (''''(`-``'´´-´)'''') Amizade é:
..........).....--.......--....( Sorrir
........./.....(6..._...6)....\ Chorar
.........\........(..0..)....;../ Sofrer
......__.`.-._..'='..._.-.`.__ Gargalhar
..../......'###.,.--.,.###.'...\ Mas acima de tudo ....
....\__)) ####'#'###(((__/ Dizer a cada dia
......##### ######## Conta Comigo
........ ############
....../.... ######### ...\ Desejo-te tudo de bom!!!
..__\.....\.. ###### /.....tenhas uma optima 6A feira e um maravilhoso fim de semana.
(.(.(____)....`.# .´..(____).).)
♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥ ♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:. Beijossssssssssss no teu coração.

N. disse...

Prestaste aqui homenagem a uma série de iniciais! Realmente é dificil escolher entre tantas letras. O N. retribui-te a amizade, e espera que não sejam mesmo iogurtes o que guardas no porta bagagens há vários dias .... Se forem também não há problema, não é assim que se faz queijo de azeitão...? ou não...?

João Paulo Cardoso disse...

n:
Ann... não.
Acho que o Queijo de Azeitão é feito da seguinte maneira:

25 monges pegam em meia dúzia de fadas logo pela manhã. Moiem-lhes os pezinhos numa tina de leite. Juntam licores de cardo e mel.
Rezam muito, embebedam-se ainda mais e chafurdam todos lá dentro.

O resultado final é excelente.