12 dezembro 2008

Os Médicos do Amor


Esta sexta-feira cinzenta promete ganhar um colorido diferente, quando daqui a pouco for gentilmente convidado a mijar para um frasquinho.

O interesse da Medicina do Trabalho na minha urina é algo intrigante.
O facto de tal prática exigir a deslocação de uma unidade móvel de medicina, neste momento a fazer sabe-se lá o quê na Baixa da Banheira, ainda é mais bizarro.

Serei, sei-o de antemão, também convidado a tirar a roupa, sem que isso signifique que vou dormir, tomar banho ou fazer o amor.

Vai ser apenas para auscultar e medir batidas cardíacas, tudo sem troca de carícias, um piscar de olho, um elogio à barriga peluda.
Tudo muito asséptico e sem afectividade.

Pois tenho um recado para os senhores doutores:

Deixem a lixívia e invistam na lascívia!!
Se vêm cá de propósito para que me dispa e brinque com o pénis, façam-no em condições!!

Apareçam com uma limusine aquecida e balanceante ao som de hip-hop ordinário.
Substituam os enfermeiros de batas brancas por strippers búlgaras de cinta e ligas pretas.
Não venham em vão, venham com um varão.

Invistam em badalhoquice e chavascal, esqueçam o protocolo e venham para o meu colo.

6 comentários:

Maria do Desassossego disse...

LOL.

Só os teus textos para eu rebolar a rir!

Beijo

João Paulo Cardoso disse...

Maria do Desassossego:

"Rebolar a rir"...

Aqui está uma dica importante para aquecer num próximo exame médico realizado numa carrinha de portas escancaradas num final de Outono rigoroso...

Agora toda a gente aqui na zona sabe que estou gordo como o boneco da Michelin!!

(Como se vestido ninguém notasse...)

Beijos e bom fim de semana.

Mariazita disse...

É claro que se essa sugestão fosse aproveitada não faltariam "doentes" em estado gravíssimo, a necessitar de cuidados urgentes. :)))

Está com muita piada, muito bem escrito, e é um bom preparativo para o fim de semana.

Beijocas
Mariazita

Patrícia disse...

Bom, ainda no outro dia fui lá para me tirarem sangue, para a semana vou ao médico e permite-me que te diga que vou fazer um cartaz com estes dizeres para levar comigo.
Quero ver no que vai dar.

João Paulo Cardoso disse...

Mariazita:

É melhor que o sistema de saúde continue como está.
Se seguissem as minhas sugestões, as listas de espera ficariam ainda mais caóticas.

Beijos.

João Paulo Cardoso disse...

Patrícia:

Acho que o lema

"Não venham em vão!
Venham com um varão"

deveria ser adoptado em todos os sectores da sociedade e não só nos quartéis de bombeiros.

Seria então de esperar um considerável aumento do PIB.
Ou de outra coisa qualquer.

Beijos.