25 novembro 2009

Glória. Adeus. Aleluia.


O padre Rui, de Celorico de Basto, apaixonou-se.

O pároco de 26 anos, que já viu o filme "O Crime do Padre Amaro" 81 vezes, apaixonou-se por uma jovem de 18 anos, despiu a batina, e cá vai disto.

O "cá vai disto", mentes badalhocas, significou pedir a jovem Fátima em casamento e fugir, possivelmente para Espanha.

Este é um caso de um padre que não foi a Fátima.
A Fátima é que foi com ele.

7 comentários:

Sun Iou Miou disse...

Pois, seguiu o ditado ecuménico de se o padre não vai à Fátima, a Fátima vai ao padre.

João Paulo Cardoso disse...

SIM:

Exactamente.
A fé move montanhas e locais de peregrinação também.

Beijos.

Mariazita disse...

Estou de passagem apenas para desejar um bom fim de semana.

Vou "viajar" no fim de semana, mas deixo programado um capítulo da Anita .
Assim continuarei na companhia de todos :)))

Quando regressar virei comentar.
Fica bem.

Beijinhos
Mariazita

João Paulo Cardoso disse...

Beijos e bom fim de semana com uma viajem digna de perdura na memória!

fugidia disse...

E se calhar foi muito bem... ;-)

João Paulo Cardoso disse...

Fugidia:

O que interessa é o amor ao próximo...

Beijos.

Patrícia disse...

LOLOL!!!

LOL!
tão bom!